Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Bloco Olha o Passarinho do Mario desfila no próximo sábado

Publicação:

Foto: Dario da Rocha Bandeira Bandeira
Foto: Dario da Rocha Bandeira Bandeira

O tradicional bloco colaborativo Olha o Passarinho do Mario está prestes a alçar voo. Será dia 16 de março, próximo sábado, homenageando, mais uma vez, o poeta Mario Quintana e seu poeminha do contra. Neste ano, com as comemorações de aniversário do Museu de Arte Contemporânea do Rio Grande do Sul – MACRS, sediado na CCMQ, o bloco fará parte das homenagens aos 27 anos da instituição, criada em 4 de março 1992 e inaugurada em 18 de março do mesmo ano.

O ponto de partida, como de praxe, é a Casa de Cultura Mario Quintana. De lá sai em cortejo pelas ruas do centro histórico, como acontece desde 2013, convidando os moradores e frequentadores do local a se divertirem com o carnaval. Desta vez , o Bloco realiza um cortejo mais longo que os habituais, se deslocando por mais ruas, até chegar em alguma praça, largo ou espaço público, sem gerar impacto na dinâmica da cidade.

O Passarinho, como é chamado carinhosamente, se define como um aglomerado de pessoas que querem se divertir de forma colaborativa. É por isso que sempre convida os foliões a fazerem intervenções antes, durante ou depois do bloco e compartilharem sua arte e cultura da forma que quiserem.
Continua valendo a campanha para que os passarinhos e passarinhas cuidem de seus pertences, levem sacos plásticos para juntar seus lixos e que estejam atentos a movimentações suspeitas que possam colocá-los em perigo.

Conheça a marchinha do bloco:
Olha o passarinho do Mário
Cadê? Tá atrás do armário
Cadê? Penduricalho?

Olha o passarinho do Mário
Cadê? Tá atrás do armário
Cadê? Penduricalho?
Que nada, atrás do armário

De que vale um passarão que não sabe voar
Passarinho voa tanto que eu nem sei onde é que está
Será que é o beija flor beijando a rosa tão cheirosa?
Será que é o joão-de barro escondido na sua toca?
Ele é o bem-te-vi que canta a moça no verão

De que vale um passarão que não sabe voar
Passarinho voa tanto que eu nem sei onde é que está
Passou pela janela do poeta trabalhando
Sentou no parapeito e assobiou seu belo canto
Dando seu alô aos que atravancavam seu caminho
E o recado é 'vocês passarão, eu passarinho".

Autor: Roberto Steyer

SERVIÇO:
Data: 16 de março de 2019
Horário: 17h30min
Concentração: Casa de Cultura Mario Quintana

Secretaria da Cultura