Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Nova diretoria da AAMACRS toma posse na abertura da exposição de Armarinhos Teixeira

O evento será restrito a convidados, obedecendo aos protocolos de prevenção à Covid-19

Publicação:

Armarinhos Teixeira no MACRS   foto Felipe Dalle Valle  SecomRS
Aquilo que Circula, Emerge é a primeira exposição oficial do novo espaço do Museu, localizado no 4º Distrito - Foto: Felipe Dalle valle
Por ASCOM | MACRS

A nova diretoria da AAMACRS (Associação dos Amigos do Museu de Arte Contemporânea do RS) assume a gestão em um momento muito especial. A posse será na sexta-feira, 15 de outubro, às 18h, durante a abertura da exposição Aquilo que Circula, Emerge, que traz pela primeira vez ao Rio Grande do Sul a obra do artista paulistano Armarinhos Teixeira.

O evento será restrito a convidados, obedecendo aos protocolos de prevenção à Covid-19.

Compõem a nova diretoria da AAMACRS a presidente Maria Fernanda de Lima Santin (economista e empresária); a diretora técnica cultural Jaqueline Beltrame (gestora e produtora cultural); o diretor financeiro Luiz Wulff Junior (contabilista e advogado); o diretor de Captação e Compliance Fabiano Machado Rosa (advogado); o diretor institucional Márcio Carvalho (arquiteto); o diretor de Marketing Manoel Petry ( publicitário); a diretora de Comunicação Mônica Kanitz (jornalista); a conselheira fiscal Adriana Giora (artista visual); o conselheiro fiscal Fabio Baraldo (advogado) e o conselheiro fiscal Mauro Dorfman (publicitário).

O projeto expositivo, apresentado pelo MACRS, instituição da Secretaria de Estado da Cultura (Sedac), e pela Galeria Clima Porto Alegre, também é a primeira exposição oficial do novo espaço do Museu, localizado no 4º Distrito, em um prédio doado pelo governo do RS. A partir da mostra de Armarinhos Teixeira, a gestão da AAMACRS terá o desafio de conduzir e acompanhar todas as etapas da construção da nova sede do Museu. Em breve, será lançado o edital para contratação da empresa que ficará responsável pela obra, com recursos de R$ 3 milhões garantidos pelo programa Avançar na Cultura do governo estadual.

A exposição Aquilo que Circula, Emerge conta com recursos da Lei Estadual de Incentivo à Cultura – Pró - Cultura RS, com produção da Galeria Clima, patrocínio da MA Hospitalar e apoio das Tintas Killing, Instituto Iadê, Alexandre Mendonça Vinhos e Heineken.

Para o MACRS, este será um momento de renovação de uma parceria importante e que marca, oficialmente, o novo projeto do Museu. “A partir dessa inédita exposição do artista Armarinhos Teixeira em Porto Alegre e no espaço da futura sede do Museu de Arte Contemporânea do RS, renova-se o apoio da Associação de Amigos do MACRS, por meio da sua nova diretoria e parcerias. Junto com a Galeria Clima, Tintas Killing, Instituto Iadê, MA Hospitalar e Heineken, o MAC 4D continua a expandir a sua rede de amigos e patronos para realizar grandes mostras e projetos artísticos neste novo lugar da arte contemporânea na capital. Aquilo que Circula, Emerge é a própria metáfora da era contemporânea e de um Museu que se movimenta e edifica sempre sob novas visões de mundo", destaca André Venzon, diretor do MACRS.

Segundo a empresária Maria Fernanda de Lima Santin, presidente da nova diretoria da Associação de Amigos do MACRS, é uma honra fazer parte da história do Museu neste momento tão importante. “A expectativa é de que esta exposição tão instigante seja uma grande oportunidade de inserir o novo MACRS na cena cultural de Porto Alegre e atrair mais associados e novos investidores para este projeto que já nasce essencial para a arte contemporânea do nosso estado e do Brasil”, acrescenta.

Armarinhos Teixeira

Armarinhos Teixeira é um artista brasileiro expoente da bioart, movimento que estuda a morfologia das coisas orgânicas que estão entre a cidade, a mata e as áreas mais áridas, o que dá forma a seus trabalhos. As matérias-primas utilizadas em seus processos de fabricação são compostas por diversos produtos industriais, como poliéster, aço, borracha, algodão não beneficiado, argila e couro. “A obra de Armarinhos é marcada pela intensidade e se espalha como uma miragem contemporânea, instigando a imaginação de quem a observa”, comenta a curadora da exposição, Daniela Bousso.

 

Aquilo que Circula, Emerge

Visitação: de 16 de outubro a 21 de novembro

Horário: das 12h às 18h

Local: MACRS 4º Distrito (Rua Comendador Azevedo, 256) – Bairro Floresta

* A entrada é franca e as atividades seguirão todos os protocolos sanitários referentes à prevenção da Covid-19 determinados pelas autoridades públicas.

 

 

Secretaria da Cultura