Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Sobre o Museu

O Museu dos Direitos Humanos do Mercosul (MDHM) é uma instituição museológica de caráter transnacional voltada para a memória. Este projeto surgiu a partir de uma determinação da Reunião de Altas Autoridades em Direitos Humanos do Mercosul, em novembro de 2011, ocorrida em Montevidéu, para que em Porto Alegre fosse criado um espaço de memória destinado a dar visibilidade a integração contemporânea de nossos países pela via dos direitos humanos.

Enquanto instituição de memória, evidencia que os direitos humanos são um uma construção histórica, oriunda da luta social, e que sua manutenção como um projeto coletivo depende do fato de que a sociedade tome o conceito para si. Desse modo, apresenta histórias e memórias que materializam as violações aos direitos humanos originadas pela Operação Condor – a coordenação dos aparatos repressivos das ditaduras do Cone Sul. Também abre espaço para as histórias de mulheres, negros, indígenas, da comunidade LGBTQIA+ que, a partir da democratização da região, tiveram um novo espaço para lutar por seus direitos.

Por meio de um programa de exposições, que une a produção artística e documentação histórica, e de um programa pedagógico comprometido com a cidadania democrática, o Museu articulou o conjunto das demandas dos direitos humanos no âmbito da construção de uma cultura de paz e tolerância.

O MDHM funcionou durante os anos de 2014 e 2015.

Secretaria da Cultura