Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Elaboração de indicadores e Informações Culturais Municipais

Turma 1

RESULTADO DAS INSCRIÇÕES

Quando: 10, 11 e 12 de maio de 2022, das 14h às 17h

Ministrante: Observatório Cultural

O curso virtual de Elaboração de Indicadores e Informações Culturais Municipais promove a formação e debate sobre a importância da gestão e políticas culturais municipais no contexto atual, com ênfase na elaboração de indicadores setoriais e macroestruturais, para incrementar as informações com ferramentas geográficas e zoneamentos ― a exemplo do Mapa LAB RS, que deve ser encarado como um marco para a padronização das coletas e das informações ― da diversidade cultural gaúcha e da busca em descortinar as particularidades dos territórios do Rio Grande do Sul.

Esse curso tem como perspectiva criar oportunidades para despertar a reflexão crítica e o intercâmbio de experiências entre os gestores e dirigentes culturais em âmbito local, buscando possibilidades para atualizar, consolidar e sustentar sua prática profissional nos municípios. É uma ação formativa é voltada a gestores, dirigentes e técnicos municipais de Cultura do Rio Grande do Sul e a todos os interessados da sociedade civil.

MAPALAB
Mapa do Mapa LAB

O curso será ministrado pelos integrantes do Observatório Cultural (Universidade da Fronteira Sul, Feevale, Unilasalle), que atuaram na 5a Conferência Estadual de Cultura do Estado do Rio Grande do Sul na estruturação do Mapa LAB RS. O fator dos integrantes estarem vinculados e chancelados pelas universidades atribui base sólida e de segurança para a realização de um trabalho com resultados significativos para a estruturação de um Sistema de Indicadores e Informações Culturais, que é um instrumento preciso para pavimentar a tomada de decisão com objetividade e racionalidade na gestão cultural.

Destaca-se que o Programa Estadual de Formação e Qualificação na Área Cultural é um investimento na formação dos profissionais de cultura, com uma visão que busca instigar a sua capacidade crítica, intelectual e de visão organizadora do setor, para refletir, discutir e pesquisar sobre o significado e o valor de se trabalhar com cultura e arte para o desenvolvimento da sociedade gaúcha.

Secretaria da Cultura