Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Gestão Pública de Cultura: desafios dos processos participativos

RESULTADO DAS INSCRIÇÕES

Quando: 24, 25 e 26 de novembro de 2021, das 9h às 11h30

Ministrante: Maria Helena Cunha

O curso virtual de Gestão Pública de Cultura: desafios dos processos participativos, que será realizado nos dias 24, 25 e 26 de novembro de 2021, às 9h, promove a formação e debate sobre a importância da gestão e políticas culturais municipais no contexto atual, com ênfase na sua conceituação e seus principais desafios, bem como as especificidades de um mundo póspandêmico. Esse curso tem como perspectiva criar oportunidades para despertar a reflexão crítica e o intercâmbio de experiências entre os gestores e dirigentes culturais em âmbito local, buscando possibilidades para atualizar, consolidar e sustentar sua prática profissional nos municípios. É uma ação formativa voltada a gestores, dirigentes e técnicos municipais de Cultura do Rio Grande do Sul e a todos os interessados da sociedade civil.

Gestão Pública de Cultura: desafios dos processos participativos integra o Programa Estadual de Formação e Qualificação na Área Cultural do Sistema Estadual de Cultura. As inscrições seguem até as 18h de 22 de novembro. A lista de selecionados será publicada aqui no site da Sedac em 23 de novembro. Os selecionados serão também contatados.

Maria Helena Cunha
Maria Helena Cunha

O curso será ministrado por Maria Helena Cunha, que é gestora cultural, consultora, pesquisadora, Mestre em Educação pela FAE/UFMG, Especialista em Planejamento e Gestão Cultural pelo IEC – PUC/MG. Foi coordenadora acadêmica do curso de pós-graduação em Gestão Cultural do Centro Universitário UNA (2004/2011). Foi coordenadora pedagógica do Programa Competências Criativas (2014/2015). Fez a coordenação de Planejamento do Programa de Soluções Estratégicas para as Artes Cênicas (2015/SEBRAE-MG). Diretora da Inspire Gestão Cultural, desde 2011, e coordenadora da Inspire Biblioteca Virtual. Foi assessora da Secretaria Municipal de Cultura de Belo Horizonte (2019/2020). Publicou o livro Gestão Cultural: Profissão em Formação, DUO Editorial, 2007 e Planejamento Estratégico de Projetos e Programas Culturais, Ed. SENAC, 2018. Destaca-se que o Programa Estadual de Formação e Qualificação na Área Cultural é um investimento na formação dos profissionais de cultura com uma visão que busca instigar a sua capacidade crítica, intelectual e de visão organizadora do setor para refletir, discutir e pesquisar sobre o significado e o valor de se trabalhar com cultura e arte para o desenvolvimento da sociedade gaúcha.

As atividades desenvolvidas no conteúdo programático do curso serão estruturadas a partir de três temas:

Módulo 1 – Gestão e Política Cultural: municipalização das ações públicas

Breve histórico dos últimos anos da política cultural no Brasil. Conceitos de políticas públicas. Organização e sistemas públicos democráticos e municipalização das políticas culturais.

Módulo 2 – Os desafios da gestão pública compartilhada

Sistema de cultura como modelo de gestão compartilhada que envolve o governo federal, os estados e as cidades na construção de políticas públicas de cultura e a importância da participação da sociedade civil e dos conselhos de cultura.

Módulo 3 – Planejamento Estratégico e Gestão Cultural: processos organizacionais colaborativos

Gestão cultural e a importância do planejamento estratégico, participativo e sustentável, como indução da profissionalização do setor e do campo de atuação. Metodologias colaborativas e ferramentas participativas de organização do setor cultural.

Metodologia: A educação à distância amplia o acesso ao conhecimento nas várias regiões do estado do Rio Grande do Sul. O curso terá como metodologia aulas virtuais expositivas, via plataforma, seguidas de debates. Uso de recursos como o Power Point.

00:00:00/00:00:00

Vídeo de Lena Cunha

Vídeo de Lena Cunha

Secretaria da Cultura