Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Ciclo de audiências comentadas ‘Música e Política’ movimenta a Discoteca Pública entre os meses de março e maio

Publicação:

Material de divulgação da ciclo 'Música e política''
Material de divulgação da ciclo 'Música e política''

Entre os meses de março e maio, a Discoteca Pública Natho Henn (4º andar da da Casa de Cultura Mario Quintana) promove, com o apoio do Curso de Letras da UFRGS, o ciclo de palestras ‘Música e Política’. Toda quinta-feira, entre 14 de março e 9 de maio, às 19h, no auditório Luís Cosme, um convidado especial estará promovendo uma audição comentada de um disco marcante da MPB, do hip-hop, da música latina, do jazz destacando aspectos gerais mas, especialmente, o caráter político da obra. À audição comentada, segue-se um bate-papo com o público. Entre os palestrantes, renomados músicos, jornalistas, escritores e professores da Porto Alegre.

O calendário do ciclo:

14/03:
Luís Augusto Fischer: ‘Transa’ (Caetano Veloso)

21/03:
Arthur de Faria: ‘Clara Crocodilo’ (Arrigo Barnabé)

28/03:
Fernanda Bastos: ‘Sobrevivendo no Inferno’ (Racionais MC's)

04/04:
Roger Lerina: ‘Secos e Molhados’ (Secos e Molhados)

11/04:
Claudia Laitano: ‘Alucinação’ (Belchior)

25/04:
Luiz Maurício Azevedo: ‘Kind of Blue’ (Miles Davis)

02/05:
Demétrio Xavier: ‘Cantata de Santa Maria de Iquique’ (Grupo Quilapayun)

09/05:
Guto Leite: ‘Construção’ (Chico Buarque)



O Quê:
Ciclo ‘Música e Política – audições comentadas’
Onde:
Auditório Luís Cosme da Discoteca Pública Natho Henn - 4º andar da Casa de Cultura Mario Quintana (Andradas 736, Centro)
Quando:
Todas as quintas-feiras, entre 14 de março e 9 de maio, às 19h
(*) com exceção de 18 de abril
Quanto:
A entrada é franca.

A Discoteca
Inaugurada em 14 de abril de 1955 pelo músico, compositor, pianista e professor que lhe dá nome, a Discoteca Pública Natho Henn já esteve localizada em diversos endereços. Atualmente, ocupa o 4º andar da Casa de Cultura Mario Quintana (Andradas, 736, centro de Porto Alegre). A Discoteca possui o maior acervo de música do Rio Grande do Sul. São 3.342 livros, 17.168 partituras e aproximadamente 46.573 discos, entre LP’s, álbuns, compactos e CD’s. Destinada a pesquisadores, músicos e público em geral, ao longo desses quase 64 anos a instituição vem se modernizando e tem se dedicado a preservar, organizar e divulgar a produção musical nacional e internacional em seus diferentes suportes.

Secretaria da Cultura